14 de julho de 2012

Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles.


Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles (Mt 7,12)





Jesus nos ensina algo muito importante para seus discípulos e para a multidão que o acompanhava pelo caminho. Ensinou não só com palavras, mas, com sua própria vida que era um autêntico testemunho que falava. Ele sofreu todos os tipos de violência, rejeição, foi diversas vezes caluniado difamado, acusado de ser o que não era e, de fazer o que não fazia. Ele só fez o bem, só amou, acolheu a todos, não disse nada a não ser a Verdade. Em troca recebeu o que não fazia e nem dizia.
Nós somos hoje seus discípulos e missionários, temos que, a exemplo de nosso Senhor e Mestre, fazer aos outros o que Ele fez, mesmo que recebamos, como Ele recebeu, ofensas, calunias, perseguição. Mesmo assim, temos que fazer sempre o bem que queremos que nos façam. Temos que compreender mesmo que não sejamos compreendidos. Temos sempre que amar mesmo que não sejamos amados. Temos que ser sempre verdadeiros, mesmo que os outros não sejam verdadeiros conosco.
É difícil, é um grande desafio para nós esse ensinamento de Jesus. Sabemos que nem sempre agimos assim, muitas vezes fazemos aos outros aquilo que não aceitamos que façam conosco. Somos injustos, desonestos, trapaceamos, tiramos proveito dos outros quando nos encontramos em condições de vantagem. Quando fazem tudo isso conosco, ficamos irritados, desejamos dar o troco.
Mas não podemos desanimar por isso, devemos a cada dia nos aperfeiçoar e viver como Jesus viveu e ensinou. Façamos aos outros tudo o que esperamos que ele nos façam. Demos à eles o que queremos receber. Amemos, perdoemos, sejamos solidários, verdadeiros, justos, compreensíveis, tudo isso que queremos que nos façam, façamos aos outros. Assim deve ser a nossa vida, o nosso relacionamento com os outros. A recompensa pode não vir, não chegar nessa vida, mas, um dia a receberemos por termos feito só o bem, por termos só amado! Repito, é difícil por em prática esse ensinamento de Jesus, mas mesmo assim devemos nos esforçar e confiar na graça de Deus e no auxílio do Espirito Santo a exemplo dos Santo e Santas que viveram como Jesus os ensinou.


Alex Sandro

Nenhum comentário:

Postar um comentário